sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Minha última coluna para a VIP


O novo diretor de redação da VIP, Ivan Padilla, está fazendo modificações na revista, o que é muito natural. Uma dessas mudanças é a extinção da minha coluna sobre tecnologia e comportamento. Aconteceu no momento em que estou completando 20 anos de ligação com a revista. Comecei em janeiro de 1997 com colaborações eventuais, passei a ser editor senior, e a partir de 2007, colunista. Ivan deixou aberta a porta para eventuais colaborações.

Não deixou de ser irônico o fato de que esta última coluna (escrita entes que eu soubesse sobre o cancelamento) tratasse justamente do tema da extinção. No caso, eu dou algumas razões pelas quais acho que o Facebook está no caminho errado e um dia será lembrado no passado, como o Orkut. Este é a abertura:


A VIP de fevereiro/2017 está nas bancas e tablets.

domingo, 5 de fevereiro de 2017

A Liga da Mata ataca a Zika


Um novo episódio da série A Liga da Mata já está em produção. Dessa vez, o tema é o combate ao mosquito causador da zika e outras doenças. Criação original e argumento de Sergio Kallili. Roteiro de Dagomir Marquezi para a DMP. Lançamento em breve.


domingo, 29 de janeiro de 2017

EBooks auto-publicados: uma industria de 1 bilhão de dólares (segundo a Fortune Magazine)


A edição de janeiro da revista Fortune publicou um artigo com o título The Kindle Effect. A autora Jennifer Alselver revela entre outras coisas que o negócio do ebook auto publicado representa hoje uma indústria de 1 bilhão de dólares. Mesmo desprezado e boicotado pela industria editorial tradicional e pelos formadores de opinião, os livros auto-publicados (especialmente pela Kindle/Amazon) estão provocando uma profunda revolução na maneira como as pessoas escrevem e lêem.

E não é só a Amazon que se deu bem com essa mudança. Hoje existe uma cadeia de empresas que oferecem ajuda profissional a quem quiser publicar um livro dessa forma. São empesas que editam e publicam os livros e fazem sua divulgação a preços que chegam a 30.000 dólares pelo serviço. Livros auto publicados chegaram a Hollywood: 50 Tons de Cinza (125 milhões de exemplares vendidos, 166 milhões de dólares nas bilheterias), O Marciano (23 milhões de exemplares, 228 milhões nas bilheterias. Wayward Pines (1 milhão de cópias vendidas) virou série de TV na Fox.


A DMP já publicou 4 livros pelo KDP e oferece os serviços de edição/publicação de ebooks pelo sistema Kindle/Amazon.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Na revista VIP de janeiro/2017: serviços "tipo Netflix"

 
Ilustração: Alphadog

Felizmente existe a internet para que a gente possa complementar as informações que publica em papel. Minha coluna para a revista VIP de janeiro/2017 fala de serviços de streaming à nossa disposição, além do Netflix. Existe um "netflix de velho", uma de filmes thrash e outra que exibe filmes, documentários e séries para quem quiser dormir. Tudo isso está na edição nas bancas e ipads.

Aqui está a abertura da coluna:


Assim que a revista foi lançada, recebi este seguinte simpático Tweet:












Eu então fui conhecer o Qello. É muito bom mesmo, apesar do "acervo bom mas limitado" anunciado pelo Renzo. Vale a pena experimentar: https://qello.com/

A VIP de janeiro/2017 está nas bancas e tablets.



domingo, 18 de dezembro de 2016

A Liga da Mata em livro


A Liga da Mata é um projeto de Sergio Kalili que mostra as aventuras de uma turma de heróis brasileiros inspirados em personagens do folclore. A DMP iniciou sua participação neste projeto destinado ao público infanto-juvenil através da edição do seu primeiro livro. É uma aventura de grande porte. E está apenas no seu primeiro volume. 


domingo, 11 de dezembro de 2016

Na VIP de dezembro/2016: "Sobre a arte de criar playlists no Spotify"

Ilustração: Alphadog

Raramente eu ouço hoje um CD. Eu aderi completamente ao streaming, que me deixa cada vez mais feliz. E eu junto música desde a adolescência. Sempre quis mais e mais. Agora, eu tenho. Minha coluna da VIP fala da mudança de paradigma trazida por essa nova fase. Antes, eu tinha discos. Agora, monto playlists. E, ao contrário do que acontece com CDs e vinis, com o streaming eu estou no comando. Eu posso juntar as músicas favoritas de um artista, ou juntar músicos em estilos, ou criar música para situações específicas, e a imaginação é o limite.

A coluna começa assim:


A revista VIP de dezembro/2016 está nas bancas e tablets.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Mais um capítulo em "California '92": Zappaland 2


Depois de um intervalo, voltei ao livro California '92 e publiquei mais um capítulo. É um livro experimental, editado na plataforma Wattpad. Por que experimental? Porque o Wattpad permite que se faça uma mistura de blog com livro, permitindo a inclusão de fotos e vídeos. O livro é publicado de capítulo em capítulo, e tudo pode ser modificado a qualquer instante.

Este livro é muito despretensioso, e conta em forma de diário uma viagem que fiz à California entre outubro e novembro de 1992. Cruzei o estado a bordo de um Mustang vermelho, e ainda estiquei minha viagem até Las Vegas (no estado de Nevada) e Tijuana (no México). Este capítulo que publiquei ontem é o segundo de uma série chamada "Zappaland", sobre uma excursão que fiz a locais relacionados à vida e obra de Frank Zappa (que ainda estava vivo na época). Foram alguns dias de imersão, que eu havia narrado de forma mais resumida na extinta revista Bizz e no livro Detritos Cósmicos, de Fabio Massari.

Em California 92, mostro entre outras coisas minha visita a Sun Village (um lugar muito querido pelo músico) e o que restou do Studio Z, seu primeiro estúdio de gravação em Rancho Cucamonga - que acabou de um jeito trágico para ele.